12 agosto 2009

Se designers fossem médicos (ou vice-versa...)

-Bom dia, doutor!


-Bom dia! Em que posso ajudá-lo?


-Bem, nos últimos três meses tenho sentido uma dor aqui no lado esquerdo do peito...


-OK. Vou pedir alguns exames...


-Exames? Não dá pra dar umas apalpadinhas e dar um palpite sobre o que pode ser essa dor?


-Não, realmente é preciso que você faça alguns exames.


Uma semana depois...


-Olá, Doutor, aqui estão os exames que o senhor pediu.


-Humm... Bem, o senhor está com uma coronária seriamente comprometida. 80% de obstrução. Teremos de operar. Colocar uma ou duas pontes de safena.


-Operar??? Mas não dá pra enganar com um chazinho, umas massagens, analgésicos...?


-Não. O comprometimento é bastante importante.


-E, o que significa isso?


-Significa que o senhor poderá ter um infarto fulminante a qualquer momento se não operar.


-Bem, e quanto vai custar essa brincadeira?


-Além da cirurgia, temos o custo da internação, honorários do assistente, do anestesista...


-Caramba. Não dá pra fazer uma coisinha mais simples, sem anestesia e assistentes? Além disso o senhor tem prática em mexer com corações. Para o senhor deve ser 'facinho'...


-Não brinque com a sua saúde...


-OK. Então vamos fazer o seguinte: o senhor me opera de graça e eu faço a maior propaganda do seu consultório para os amigos lá do serviço. Vai chover gente querendo operar a coronária com o senhor. Vou distribuir seu cartão pra toda a família!


-Boa piada! O senhor tem um bom senso de humor!


-Não, estou falando sério! Aliás, estou pedindo apenas a primeira cirurgia de graça. A segunda eu faço questão de pagar!


-Acho que o senhor não está entendendo. Sou médico há mais de....


-Pera lá! Acabei de lembrar de um sobrinho meu que tem um açougue. Ele tem prática em cortar carnes de primeira. Acho que ele pode quebrar meu galho! Obrigado, doutor!!!!



por

designbr

Nenhum comentário: